6 de junho de 2017

Distúrbio do Sono na Odontologia

Ortodontista Distúrbio do Sono

Distúrbio do sono é um problema grave que na maioria das vezes o paciente demora muito para perceber e encontrar uma solução.

Geralmente é o companheiro ou companheira que reclama do barulho do ronco e o leva o paciente a procurar uma solução.

A noticia boa é que esta solução trará melhores noites tanto para quem reclama quanto para o paciente.

O sono é um fenômeno essencial para vida e tem como função primordial a restauração das energias fisiológicas necessárias para o bom funcionamento do corpo e da mente.

Distúrbio do sono, o que é?

Distúrbios do sono é qualquer dificuldade relacionada ao sono. O sono deve ter quatro fases, cada uma é responsável por uma função diferente.

Se qualquer uma dessas funções é prejudicada em alguma faze do sono, trará reflexos na saúde no curto e longo prazo.

Os distúrbios do sono mais comuns são o Ronco e a Apneia que comprometem a saúde geral dos pacientes.

Os principais sinais apresentados pelos pacientes doentes são a sonolência diurna, o aumento da pressão arterial, a irritabilidade, etc.

Em alguns casos de ronco, além do prejuízo no descanso do paciente, a tranquilidade das pessoas próximas também é comprometida.

Entenda como funciona cada fase do sono:

  1. Fase do sono: Ocorre em 10% da noite.
    • Nesta fase, acontece a transição entre a vigília e o sono.
      Quando escurece, é liberada a melatonina no organismo, que induzirá a sonolência.
  2. Fase do sono: Ocorre em 45% da noite.
    • Na segunda fase, ocorre a diminuição do ritmo cardíaco e respiratório.
    • Os músculos entram em relaxamento e a temperatura corporal abaixa. É a fase do sonho leve.
  3. Fase do sono: Ocorre em 25% da noite.
    • O metabolismo diminui e o corpo funciona mais lentamente.
    • O coração passa a bater em ritmo mais lento e a respiração também fica mais leve.
  4. Fase do sono – REM: Ocorre em 20% da noite.
    • Esta é a fase do sono profundo. REM, em inglês, significa “Rapid Eye Movement” (movimento rápido dos olhos).
    • É nesta fase em que ocorrem os sonhos, a pessoa tem descargas de adrenalina e há picos de batimentos cardíacos e pressão arterial.

Durante as três primeiras fases do sono, o corpo economiza energias, promove a restauração de tecidos, o aumento da massa muscular e libera o hormônio de crescimento. Já na fase REM, há a consolidação da memória e do aprendizado. Quando a pessoa está dormindo e é acordada, ela volta imediatamente à fase 1 do sono, comprometendo esse processo.

Distúrbio do sono. Como diagnosticar?

De uma forma geral, os pacientes que roncam são alertados pelos familiares sobre o barulho característico ao dormir. Eles devem procurar ajuda médica especializada. Profissionais que atuam em medicina do sono.
Um exame de polissonografia deverá ser realizado para detectar se o comprometimento do distúrbio do sono vai além do ronco. Em casos mais graves já compromete a oxigenação do paciente ao dormir, causando Apneia.

Qual o tratamento para o ronco e apneia?

As opções de tratamento do ronco e apneia variam de acordo com as estruturas anatômicas envolvidas pelo distúrbio do sono. Vão desde um aparelho intrabucal até a uma intervenção cirúrgica.

Aparelhos intraorais para ronco.

De um modo geral, os ortodontistas são os profissionais responsáveis pelo tratamento com aparelhos intraorais. Eles promovem um avanço mandibular aumentando o espaço aéreo da orofaringe melhorando a respiração e esse distúrbio do sono.

Ortodontista e Apineia

O distúrbio do sono para a ortodontia está limitado a obstrução das vias respiratórias durante o sono. Se tiver interesse em saber mais sobre distúrbios do sono, continue lendo.

Tipos de distúrbio do sono

Existem mais de uma centena de distúrbios do sono e também distúrbios do despertar identificados.

Podemos classifica-los em quatro tipos:

  • Dificuldade para permanecer acordado após o despertar
  • Dificuldade de adormecer ou permanecer dormindo
  • Comportamentos incomuns durante o sono.
  • Problemas para conseguir manter uma rotina regular de sono

Entre os distúrbios do sono está a insônia que é qualquer problema que cause dificuldade de dormir.

Pode ser a combinação de problemas para se manter o sono, dificuldade para começar a dormir, sono intermitente ou despertar precoce.

Tais ocorrências podem ser de curto prazo e acontecer durante duas ou três semanas ou ser crônico e ter longa duração. Também podem ser transitório, com períodos com e sem o transtorno.

Fatores comuns associados à insônia:

  • Doença física
  • Depressão
  • Ansiedade ou estresse
  • Ambiente insatisfatório para o sono (ex.: com barulho ou luz excessiva)
  • Cafeína
  • Álcool ou outras drogas
  • Uso de determinados medicamentos
  • Fumo em excesso
  • Desconforto físico
  • Cochilos durante o dia
  • Deitar-se cedo
  • Passar muito tempo acordado na cama.

Os distúrbios incluem:

Insônia psicofisiológica: onde a insônia é causada por estresse dificultando o começo do sono.

Distúrbio do sono por dependência de hipnóticos: os indivíduos que tomam medicamentos para dormir, podem desenvolver resistência ou tolerância aos medicamentos que perdem o efeito. Acontece também quando o medicamento é interrompido.

Distúrbio do sono com dependência de estimulantes: está ligado ao uso de estimulantes, tanto quando para de tomar como quando desenvolve dependência a estimulantes.

Síndrome do atraso da fase do sono: o relógio biológico está constantemente desajustado com as fases do dia e noite.

 

Distúrbio do sono dificuldade em permanecer acordado

  • Hipersônia – são distúrbios de sonolência excessiva. Veja esses distúrbios:
  • Hipersônia idiopática – sonolência excessiva que ocorre sem uma causa identificável
  • Narcolepsia – é uma sonolência diurna e comumente confundido com “preguiça”. Expõe o paciente a perigos ao realizar tarefas que exigem concentração como dirigir ou operar máquinas.
  • Apneia do sono central e obstrutiva – é aquela que falamos no começo da matéria, relacionada com a ortodontia. São interrupções respiratórias durante o sono. Em casos graves pode levar a morte.
  • DMPM ou Distúrbio do movimento periódico dos membros – como o nome diz, são movimento e sensações não convencionais nos membros inferiores e superiores.
  • SPI ou Síndrome das pernas inquietas – é exatamente como a DMPM, mas fica restrita aos membros inferiores.
  • Dificuldade de rotina regular de sono – nosso organismo precisa de rotinas de sono, se por qualquer motivo o indivíduo não consegue estabelecer uma rotina, pode apresentar algum distúrbio do sono

Distúrbios de interrupção do sono:

Distúrbios do sono da transição sono vigília – são distúrbios relacionados ao início do sono como a fala hipnagógica (falar durante o sono), movimentos rítmicos do sono (movimentos que acontecem no início do sono, mais relacionado aos primeiros anos de vida, geralmente desaparecem até os dezoito anos), Mioclonias (abalos musculares, geralmente percebidos como uma queda), Síndrome de explosão da cabeça (Acordar com dor de cabeça intensa, pode acompanhar luzes e barulhos de explosão, passa rapidamente)

Síndrome do Jet lag – também referido como descompensação horária ou disritmia circadiana, é a alteração do ritmo biológico de 24 horas consecutivas que ocorre após mudanças do fuso horário em longas viagens de avião.

Pessoa que dorme pouco naturalmente (a pessoa dorme menos horas do que o normal, mas não apresenta sinais de doença)

Insônia paradoxal (na verdade, a pessoa dorme um número de horas diferente do que ela imagina)

Distúrbio do trabalho em turnos

Distúrbio do sono, Sonambulismo

Distúrbio do sono REM (uma psicose em que a pessoa vivencia seus sonhos de maneira tão intensa que pode se movimentar como se estivesse acordada. Esse distúrbio é preocupante porque o paciente pode se machucar e não é raro ferir alguém que esteja a seu lado.

 

Ortodontista BruxismoDistúrbio do sono, Bruxismo

Bruxismo do sono é o movimento involuntário dos muculos mandibulares que apertam ou provocam o ranger de dentes, causando dores musculares e principalmente desgaste dos dentes.

Tratamentos para Distúrbios do Sono

Procure assistência médica se estiver com dificuldades relacionadas ao sono. Existe tratamento para distúrbios de sono e médicos especializados neles para ajudar os pacientes.

Caso sinta qualquer um dos sintomas citados aqui, procure um médico especialista, somente um especialista poderá identificar exatamente o tipo de distúrbio do sono e o tratamento adequado.

Especialistas que podem diagnosticar um distúrbio do sono são:

Clínico geral e Médico do sono

Para adiantar e facilitar o diagnóstico o paciente pode se preparar entregando ao médico as seguintes informações:

  • Lista de sintomas e a quanto tempo começaram a aparecer e frequência com que acontecem.
  • Histórico médico, com doenças pré-existentes, medicamentos consumidos e até suplementos alimentares ingeridos com frequência.
  • Caso durma com alguém, peça para a pessoa acompanhar.

Muito provavelmente o especialista fará perguntas, tais como:

  • Vem tendo problemas para dormir?
  • Tem problemas em permanecer dormindo? Acorda durante o sono? Quantas vezes?
  • Acorda cansado?
  • Sente sonolência durante o dia?
  • Apresenta problemas de concentração?

Espero que essa matéria tenha ajudado, se acha que essa matéria pode ajudar outras pessoas compartilhe

Obrigado por compartinhar

Compartilhe
Tire sua Dúvida
Loading...
Innovo Odontologia