A ortodontia moderna se utiliza dos avanços tecnológicos para proporcionar aos pacientes um tratamento ortodôntico livre do desconforto estético dos braquetes e demais acessórios do aparelho fixo, permitindo ao paciente selecionar o tratamento mais indicado ao seu perfil e necessidade.

O ortodontista solicita a documentação ortodôntica normalmente, acrescida de modelos digitais 3D (tridimensionais) da situação inicial do caso. Os modelos digitais são obtidos pelo escaneamento das arcadas dentárias e substituem os tradicionais modelos de gesso presentes na documentações ortodônticas.

Os alinhadores ortodônticos são pequenas placas de acetato termo-plásticas elaboradas à partir de uma sequência progressiva de modelos 3D dos dentes do paciente, ou seja, a partir dos modelos 3D iniciais, faz-se virtualmente a correção do posicionamento dos dentes de ambas as arcadas e, em seguida, de acordo com a amplitude da movimentação, executa-se o fatiamento do número de alinhadores necessários para ao tratamento ortodôntico seguro.

Da mesma forma que na ortodontia fixa e removível convencionais, a elaboração do plano de tratamento ortodôntico com alinhadores e dos movimentos biomecânicos possíveis à cada caso, é de responsabilidade do especialista em ortodontia, ou seja, não há diferenças na segurança quanto ao tipo de tratamento, mas sim na capacitação referente à especialidade de ortodontia. Vale lembrar que nem todo profissional que atua na ortodontia é um especialista, assegure-se para obter maior tranquilidade.

A previsibilidade do tratamento ortodôntico com alinhadores permite ao paciente conhecer o número de alinhadores necessários ao seu caso, bem como avaliar junto com o ortodontista os possíveis intervalos de troca das placas de acordo com a evolução do tratamento alterado pelo tempo correto de utilização e colaboração.

Agende uma consulta com o Dr. Marcelo Merino Nunes ou com a Dra. Ana Cristina Acquesta, ambos especialistas em ortodontia.

© 2020 Criado por Innovo Odontotologia Ltda

Siga-nos no Instagram